Primeiras mutações

A zebra positiva da temporada é um dos melhores filmes de heróis dos últimos anos. Esperava-se o pior, com as imagens sem sal do marketing do lançamento. Além disso, trata de um momento dos heróis ainda sem uniforme e sem o respectivo glamour. Eis o grande mérito: a história se sustenta alheia ao carisma das criações da Marvel. Fossem outros mutantes novos, seria tão legal quanto.
Aqui começa o xadrez sempre presente na vida de Charles Xavier: desde o piso de sua casa de infância…

…até o embate com Erik “Magneto”…

…que se repetiria mais tarde como mostra o filme de 2000 – Primeira Classe é deja-vu.

A disputa escapa do tabuleiro e se estende às vidas dos protagonistas, como no holocausto nuclear iminente que causa pânico geral, e soa acreditável com a inserção de cenas históricas do governo Kennedy. Em meio a rumores bélicos, os mutantes brigam com meio mundo: os “humanos”, a CIA, entre os próprios semelhantes, e principalmente, contra as próprias idiossincrasias psicológicas. Mutante como alegoria do drama de ser diferente e excluído já freqüentou até novela da Record. Tanta pressão psicológica faz pensar que o abrigo temporário deles é uma espécie de casa do Big Brother.

Entre o entusiasmo pelos superpoderes e a frustração com a aparência, eles mesmos evocam Frankenstein e Dr. Jekyll em suas falas.
De chato no filme, só a duração extensa demais, com algumas cenas perfeitamente dispensáveis, e a infidelidade à formação apresentada nos quadrinhos.

X-men First Class, 2011. Diretor: Matthew Vaughn – dirigiu quatro filmes e produziu 15. Cotação no IMDB: 8,0.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s