Marcado: Jornal Minuano

O Moda Bagé também é sexy

Moda Bagé (Primavera-Verão 2010-2011). Centro Cultural Auxiliadora. 22.10.2010

Alguns momentos do 12º Moda Bagé surpreenderam no quesito ousadia para o contexto local. Um deles foi proporcionado pela Feminys Moda Íntima, que fugiu bastante do convencional, com um toque sado-masô nos acessórios: imitações de chicote e algemas apimentaram as peças black como as da mascarada da foto.
Alguém se recusa a cair na teia que cobre esse umbiguinho ?

É a evolução natural da Tiazinha Suzana Alves, ícone do “sexo, algemas e cinta-liga” nos anos 90 em extinto programa do playboy Luciano Huck na Band.

Outra solução interessante foi essa colegial – uniforme a la RBD usado em países como Uruguai.

É o tipo de fetiche cultuado pelos japoneses em seus anime eróticos.

2. AS CORES DO MUNDO, EM BAGÉ

<a href="https://marcelofialho.files.wordpress.com/2010/10/marcelle.jpg"&gt;

Conforme ratifica Eden Matarazo na entrevista que nos concedeu, na realidade “globalizada” de hoje há muita similaridade entre os desfiles dos grandes centros e os do interior,
limitando-se a diferença aos detalhes. Por isso, vamos aos que chamaram atenção.

Para ocasiões formais, não necessariamente o convencional. Um clássico arrojado, moderno, foi o que a Sposabella apresentou. Mas o branco e os buquês associados ao sonho matrimonial de alguns também apareceriam, em passos lentos simulando o corredor ao altar.


Os looks mais (próximos do) rock and roll que percebi foram casuais femininos como o da loirinha abaixo e seus headphones. Ocorreram nas lojas Núria e Solaetela.

Também foi chamativo o “abuso” saudável de transparências pela Maicha. (sem foto)

No desfile da Essencial , a visão a seguir foi uma das mais comemoradas pelas retinas. Alguém tem o telefone ?

Que tal esperar a chuva parar sob a sombrinha dela? Crime inafiançável o do motorista que macular essa brancura lançando água ou barro.

Hot Chili Pepper.

Esse trio encerrou em grande style os desfiles da Nory, individual e coletivo.

3. CIRCULANDO PELO BACKSTAGE

Tentação? Manoella Brondani e sua maçã mordida, em momento relax nos bastidores.
Em Bagé pela primeira vez, a beldade do casting da Joy Management está radicada em POA.

Produtoras locais registrando o making of com as models.

Dois flagras nos camarins já sendo desmontados.

Leia Também:
Moda Bagé 2009

Vibe bajeense conquista Jupiter Apple

Show de Jupiter Apple no Atelier Coletivo, Bagé, em 26.08.2010

Júpiter se eleva ao nível da arte que circunda sua cabeça.

Júpiter se eleva ao nível da arte que circunda sua cabeça.

...prontamente clicado por repórteres como Vinícius Seko e Emerson Sabedra

...prontamente clicado por repórteres como Vinícius Seko e Emerson Sabedra

“Foi uma puta vibe ! Senti um clima de happening“. Assim avaliou Jupiter Apple o show que realizara pouco antes no Atelier Coletivo, em Bagé. O artista comemorou o fato de ter ficado bem próximo ao público, já que a peça que serve de palco é em mesmo nível e sem obstáculos aos admiradores que literalmente cercaram a banda. Com iluminação clara e cercado por quadros fauvistas de Carlo Andrei Rossal, Jupiter se deixou envolver por um mood de maior intimismo, parecendo exibir um olhar reflexivo enquanto cantava seus poemas.
Em relação ao show da véspera em Pelotas, em que o blog também esteve

https://marcelofialho.wordpress.com/2010/08/26/jupiterpel/

o setlist foi idêntico e o que variou mais foram os picos de êxtase do público – alcançados em Bagé com “A Marchinha Psicótica…” e a tradicional saideira “Um Lugar do Caralho”, extendida como uma vigorosa jam que serve de trilha para a saída de cena de Apple.
Antes de deixar a cidade Jupiter visualizou o cartaz promocional do show, de autoria de Rodrigo Sarasol, e debateu com Carlo Andrei as influências artísticas no leiaute, entre Warhol e Matisse.

Jupiter e Carlo Andrei debatem influências de Warhol e Matisse...

Jupiter e Carlo Andrei debatem influências de Warhol e Matisse...

...na peça do publicitário Rodrigo Sarasol

...na peça do publicitário Rodrigo Sarasol

PRÉ-SHOW
A van com a banda chegou à tarde e à noite foi degustado um churrasco no Atelier. A imprensa local se mobilizou. Pelo Rota 20, Ricardo Belleza, fã confesso de Jupiter, soube entrevistar com conhecimento de causa uma de suas maiores inspirações como roqueiro. Os jornais Minuano e Folha do Sul também interagiram com o artista – o editor do primeiro, Glaube Pereira, capturou registros fotográficos da frente do palco. Mais tarde conversou com Jupiter, que comemorou ao ser informado que todos os repórteres presentes haviam passado pelas disciplinas ministradas por Glaube no curso de Jornalismo da Urcamp.

Confira algumas matérias motivadas pela presença de Jupiter na cidade:
http://covilsitiado.blogspot.com/2010/08/festa-dos-bichos.html

http://onavegador.wordpress.com

http://twitpic.com/2gkdmy

http://twitpic.com/2gkf5r

(entrevista ao Minuano)

http://www.folhadosulgaucho.com.br/?p+2&n=4327

Telão no pátio do Atelier exibia o show em tempo real até para os não-pagantes em trânsito na Floriano

Telão no pátio do Atelier exibia o show em tempo real até para os não-pagantes em trânsito na Floriano